Para repensar a aprendizagem infantil

Como educar crianças hiperestimuladas pelo volume de atividades ou pelo uso excessivo de dispositivos tecnológicos? Como ensiná-la a esperar antes de ter? Como torná-las protagonistas de sua própria educação? Essas são algumas questões que afligem pais e professores em meio a tantas mudanças e avanços tecnológicos. De leitura fácil e didática, Educar na curiosidade (Fons Sapientiae, 192 pp, R$ 29,90), de Catherine L’Ecuyer, traz à tona esse cenário em que crianças, desde cedo, já possuem agendas repletas de compromissos e têm a sua atenção voltada para os mais diversos estímulos externos. Um cenário em que a tarefa de educar torna-se um verdadeiro desafio. A autora oferece caminhos para que pais e professores saibam respeitar o desenvolvimento natural infantil, através do despertar da curiosidade, do instigar para o aprendizado e do deslumbramento diante do novo.

 

PUBLISHNEWS, REDAÇÃO, 7/12/2016

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Pacto pela Educação do Pará.

Join Pacto pela Educação do Pará

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –