Fórum

  • Cobertura sobre educação evoluiu mas ainda enfrenta desafios

    Jornalistas precisam abrir leque de interlocutores no debate sobre saídas para a melhoria do ensino                       Algumas autoridades se queixam (em críticas veiculadas por nós, da imprensa) de que é impossível discutir com profissionais da educação qualquer política de melhoria do ensino público. Para os governantes, a pauta dos profissionais é sempre “corporativa”, cobrando melhores salários e condições de trabalho. Pois bem, para falar sobre a evolução recente do jornalismo de…

    Saiba mais…
    Iniciado por Paula Caldeira Sampaio 0 respostas
  • Um olhar sobre o Plano Nacional pela Primeira Infância

    Por vários motivos, é bem difícil ser criança no Brasil. A sociedade, de uma forma geral, não vê os pequenos como sujeitos de direito. Esse quadro consegue piorar quando se fala da primeira infância, que termina no sexto aniversário. Mas, felizmente para a história recente do país, muitos adultos vêm se mobilizando a fim de reverter esse desprestígio. O Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI) é uma proposta de ações articuladas de promoção dos direitos da criança nesta faixa de idade,…

    Saiba mais…
    Iniciado por Paula Caldeira Sampaio 0 respostas
  • Para repensar a aprendizagem infantil

    Como educar crianças hiperestimuladas pelo volume de atividades ou pelo uso excessivo de dispositivos tecnológicos? Como ensiná-la a esperar antes de ter? Como torná-las protagonistas de sua própria educação? Essas são algumas questões que afligem pais e professores em meio a tantas mudanças e avanços tecnológicos. De leitura fácil e didática, Educar na curiosidade (Fons Sapientiae, 192 pp, R$ 29,90), de Catherine L’Ecuyer, traz à tona esse cenário em que crianças, desde cedo, já possuem…

    Saiba mais…
    Iniciado por Paula Caldeira Sampaio 0 respostas
  • Pesquisa de Registro Civil do IBGE mostra queda da mortalidade infantil e redução de registros tardios

    A pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2015 mostra queda na mortalidade infantil e crescimento dos registros de nascimentos no país, com redução dos registros tardios. Outra novidade é o crescimento da representatividade de mães de bebês na faixa etária dos 30 ao 39 anos, e diminuição proporcional de mães na faixa dos 20 aos 25 anos. A mortalidade infantil continua caindo: os óbitos de crianças com até 1 ano de idade passaram de 4,0% do total de óbitos registrados em 2005 para 2,5% em 2015;…

    Saiba mais…
    Iniciado por Paula Caldeira Sampaio 0 respostas

Seja bem-vindo(a) ao site dos parceiros do Pacto pela Educação do Pará! 

O Pacto pela Educação do Pará é um esforço integrado de diferentes setores e níveis de governo, da sociedade civil (fundações / ONGs e demais organizações sociais), da iniciativa privada e de organismos internacionais, liderado pelo Governo do Estado do Pará, em torno do objetivo de aumentar em pelo menos 30% o IDEB do estado em todos os níveis até 2017.

O propósito deste site é servir como uma ferramenta de comunicação entre os participantes do Pacto, na medida em que possam encontrar aqui um espaço para a discussão das ideas e para a troca de experiências, além de todas as informações necessárias para o funcionamento dos Comitês. Por favor, cadastre-se para participar das discussões no forum e receber importantes informações do Pacto.

Este site é administrado pelo Instituto Synergos, uma organização da sociedade civil parceira do Pacto e coordenadora de Grupo dos Parceiros Estratégicos do Pacto (GPEP).Veja também o site da Secretaria de Educação neste link.